Para ser Líder é preciso Confiar


O mundo corporativo está repleto - e cada vez mais - de assuntos delicados, conversas difíceis, reuniões complicadas que testam os limites dos participantes.


Para enfrentar esses desafios, o modelo de Liderança Evolutiva foca, em primeiro lugar, no autoconhecimento do líder, na validação das habilidades adquiridas ao longo do tempo e, principalmente, em seus valores.


E, um dos principais valores, onde a Liderança Evolutiva se pauta, é a Confiança.


Vamos pensar na palavra confiança como o ato de “fiar com” (com + fiança).


A dinâmica de "tecer" algo em conjunto, seja com uma pessoa, um grupo, uma empresa. imbuída da crença na lealdade, na sinceridade e na competência.


Um sentimento de força interior, otimismo e segurança mútua. Onde se sabe, desde o íntimo que, se eu dei o meu melhor no ponto do tear, no próximo ponto, o outro também o fará.


Confiar é trançar propósitos para construção de um tecido que sustenta a todos.


Líderes evolutivos entendem a confiança como a base do seu trabalho, pois sabem que sem ela não existirá conexão. Não é uma questão de escolha: criar confiança é necessário!


Eles sabem que confiança é aquilo que mantém as pessoas unidas, algo que se constrói com a soma de pequenos momentos ao longo do tempo e que garante que a energia flua nas equipes mais fortes.


Aceitam conflitos de maneira saudável. Sem gerar confronto desnecessário e inútil. O conflito que surge da diversidade de opiniões e crenças, dos erros cometidos, das verdades parciais, porém legítimas, dos integrantes do grupo é sempre bem-vindo ao Líder Evolutivo.


Por aqui, na Escola Humana, adotamos a metodologia de Brené Brown para o trabalho da confiança junto aos líderes:


1. colocar limites claros,

2. ser confiável,

3. se responsabilizar pelos próprios atos,

4. saber manter sigilo,

5. viver a partir dos seus valores pessoais,

6. não julgar

7. ser generoso.

Quando um líder assume tais atitudes e comportamentos, ele está verdadeiramente apto a responder aos desafios de sua posição, pois sabem que, como citou Stephen Covey, “A confiança sempre afeta o resultado, a velocidade e o custo. Quando a confiança aumenta, a velocidade também aumenta e o custo diminui.”


Por esta razão, ele deixa a máscara cair, gerencia suas sombras e entende o poder que existe em sua vulnerabilidade para criar conexões de confiança.


Ao seu pensar, sentir e agir está intrínseco que a confiança gera conexão e a conexão potencializa os resultados.